Página Inicial
Sobre ElofarMedicamentosImprensaTrabalhe no ElofarFale Conosco
FacebookYoutube
  SAC 0800 600 1344 Aumentar a fonte  Voltar ao tamanho padrão  Diminuir a fonte
NOTÍCIAS   PÁGINA INICIAL
17/02/16

Rússia registra 1° caso de vírus da zika importado no país

Autoridades sanitárias da Rússia anunciaram primeiro caso de vírus da zika importado no país: uma mulher foi infectada na República Dominicana, no Caribe, onde havia passado as férias

 

Rússia registra 1° caso de vírus da zika importado no país ( Valor Econômico / Site )
Jornalista: Indefinido
15/02/2016 - Autoridades sanitárias da Rússia anunciaram nesta segunda-feira o primeiro caso de vírus da zika importado no país: uma mulher foi infectada na República Dominicana, no Caribe, onde havia passado as férias.
A mulher não havia apresentado sintomas da doença após retornar das férias para Moscou -cidade onde mora-, mas depois de alguns dias começou a ter mal-estar, febre e erupção cutânea, disse a agência de proteção do consumidor Rospotrebnadzor.
A agência informou que a mulher foi hospitalizada e o seu estado de saúde é satisfatório. "Testes de laboratório revelaram a presença do vírus da zika em amostras biológicas da paciente", disse a agência, que mantém os familiares mais próximos da mulher infectadas sob observação, mesmo após os exames serem negativos para o vírus.
O avião no qual a mulher viajou da República Dominicana à Rússia foi desinfetado "para evitar riscos para a saúde de seus passageiros", informou a agência.
A Rússia não abriga mosquitos do gênero Aedes, transmissores da doença. Como o caso é importado, a Rússia não entra nas estatísticas da OMS (Organização Mundial da Saúde).
Brasil
Na última quinta, o Ministério da Saúde confirmou a terceira morte relacionada ao vírus da zika no país. A morte, de uma jovem de 20 anos do interior do Rio Grande do Norte, foi registrada em abril do ano passado.
Inicialmente, porém, o caso era investigado como morte suspeita por dengue. Após ter a doença descartada com os exames, técnicos que analisavam o caso decidiram verificar a possível ligação com uma infecção pelo vírus da zika. Análises feitas pelo Instituto Evandro Chagas apontaram então a presença do vírus nas vísceras da paciente.
A jovem havia sido internada em 11 de abril, após um quadro de tosse com sangramento. Dias depois, o quadro se agravou, e a jovem foi transferida para a UTI devido ao sangramento intenso.

A mulher não havia apresentado sintomas da doença após retornar das férias para Moscou -cidade onde mora-, mas depois de alguns dias começou a ter mal-estar, febre e erupção cutânea, disse a agência de proteção do consumidor Rospotrebnadzor.


A agência informou que a mulher foi hospitalizada e o seu estado de saúde é satisfatório. "Testes de laboratório revelaram a presença do vírus da zika em amostras biológicas da paciente", disse a agência, que mantém os familiares mais próximos da mulher infectadas sob observação, mesmo após os exames serem negativos para o vírus.


O avião no qual a mulher viajou da República Dominicana à Rússia foi desinfetado "para evitar riscos para a saúde de seus passageiros", informou a agência.


A Rússia não abriga mosquitos do gênero Aedes, transmissores da doença. Como o caso é importado, a Rússia não entra nas estatísticas da OMS (Organização Mundial da Saúde).


Brasil


Na última quinta, o Ministério da Saúde confirmou a terceira morte relacionada ao vírus da zika no país. A morte, de uma jovem de 20 anos do interior do Rio Grande do Norte, foi registrada em abril do ano passado.


Inicialmente, porém, o caso era investigado como morte suspeita por dengue. Após ter a doença descartada com os exames, técnicos que analisavam o caso decidiram verificar a possível ligação com uma infecção pelo vírus da zika. Análises feitas pelo Instituto Evandro Chagas apontaram então a presença do vírus nas vísceras da paciente.


A jovem havia sido internada em 11 de abril, após um quadro de tosse com sangramento. Dias depois, o quadro se agravou, e a jovem foi transferida para a UTI devido ao sangramento intenso.

 



Fonte: Valor Econômico / Site
[+] notícias
 
voltar página
 
   
Conheça os produtos que compõem o portifólio de medicamentos do Elofar para diferentes classes terapêuticas.
ver medicamentos
 
Faça uma leitura online de Elofar Vida e viaje por diferentes assuntos, que vão desde conteúdos técnico-científicos a matérias de interesse geral.
edição do mês edições anteriores
       
 
Laboratório Farmacêutico Elofar Ltda.
Rua Aracy Vaz Callado, 612 - Estreito - Florianópolis-SC Cep: 88070-750
Fone: (48) 3027-1344   Fax: (48) 3027-1099   Sac: 0800-600-1344