Página Inicial
Sobre ElofarMedicamentosImprensaTrabalhe no ElofarFale Conosco
Twitter Facebook Flickr Youtube
  SAC 0800 600 1344 Aumentar a fonte  Voltar ao tamanho padrão  Diminuir a fonte
DICAS DE SAÚDE   PÁGINA INICIAL
06/09/15

Como reduzir o sódio na dieta

O sódio contribui para a retenção de água em nosso corpo, o que aumenta riscos de hipertensão e doenças cardiovasculares

 

Como eu faço para reduzir o sal e o sódio na minha dieta? - Paola Dias, São Paulo (SP)
Para começar, é fundamental explicar que sal e sódio não são a mesma coisa, apesar das confusões. O sódio é um nutriente encontrado em ingredientes como sal, bicarbonato e fermento. Além de influenciar no sabor, ele ajuda a manter a durabilidade dos alimentos.
No organismo, no entanto, o sódio é mais nocivo. Ele contribui para a retenção de água em nosso corpo, o que significa que, se for consumido em excesso, ajuda a aumentar os riscos de hipertensão e doenças cardiovasculares.
Leia mais: o que fazer para comer mais frutas e vegetais
Segundo órgãos da saúde, cada pessoa deve consumir, no máximo, dois gramas de sódio por dia, o que equivale a 5g de sal. Essa é a quantidade suficiente para atender às necessidades de iodo de nosso organismo (parte fundamental dos hormônios que regulam a tireóide), sem que haja danos ao restante do corpo. Mas o que se observa, especialmente no Brasil, é uma ingestão diária que chega a 12g de sal. A saber: cada grama de sal contém 400 mg de sódio.
Ou seja, como você bem entendeu, é preciso reduzir esse consumo urgentemente. A indústria já se comprometeu a produzir alimentos com menor teor de sódio, em medida que passa a valer a partir de 2012. Enquanto isso, adote as dicas abaixo e mantenha uma dieta saudável desde já: 
• No lugar do sal, use ervas, pimenta, alho, limão e outros temperos;
• Não deixe o saleiro à mesa;
• Prepare seus próprios molhos, usando ingredientes frescos. Os molhos prontos geralmente são ricos em sódio – controle o consumo!
• Adquira o hábito de ler os rótulos dos alimentos e opte por aqueles que têm o menor teor de sódio ou sal. Para saber a quantidade sal de um alimento, divida a quantidade de sódio por 400. A OMS (Organização Mundial de Saúde) define que 0,5g de sódio ou 1,25g de sal por 100g de alimento já é um valor que merece ser observado.
O órgão vem desde 2003 alertando para os riscos do consumo elevado de sódio. A redução da ingestão desse nutriente é hoje um dos principais temas da Estratégia Global para Alimentação, Saúde e Atividade Física, atividade que engloba diversos países, entre eles, o Brasil.
Editora Globo
Cynthia Antonaccio integra o time exclusivo de GURUS de Marie Claire que responderão às dúvidas das internautas aqui no site. Clique aqui e conheça nossos consultores. Aproveite para enviar sua pergunta sobre maquiagem, cabelo, fitness, nutrição, sexo, carreira e cuidados com a pele.

Sal e sódio não são a mesma coisa, apesar das confusões. O sódio é um nutriente encontrado em ingredientes como sal, bicarbonato e fermento. Além de influenciar no sabor, ele ajuda a manter a durabilidade dos alimentos. 

 No organismo, no entanto, o sódio é mais nocivo. Ele contribui para a retenção de água em nosso corpo, o que significa que, se for consumido em excesso, ajuda a aumentar os riscos de hipertensão e doenças cardiovasculares.

Segundo órgãos da saúde, cada pessoa deve consumir, no máximo, dois gramas de sódio por dia, o que equivale a 5g de sal. Essa é a quantidade suficiente para atender às necessidades de iodo de nosso organismo (parte fundamental dos hormônios que regulam a tireóide), sem que haja danos ao restante do corpo. Mas o que se observa, especialmente no Brasil, é uma ingestão diária que chega a 12g de sal. A saber: cada grama de sal contém 400 mg de sódio.

Ou seja, como você bem entendeu, é preciso reduzir esse consumo urgentemente. A indústria já se comprometeu a produzir alimentos com menor teor de sódio, em medida que passa a valer a partir de 2012. Enquanto isso, adote as dicas abaixo e mantenha uma dieta saudável desde já: 
 

• No lugar do sal, use ervas, pimenta, alho, limão e outros temperos;

• Não deixe o saleiro à mesa;

• Prepare seus próprios molhos, usando ingredientes frescos. Os molhos prontos geralmente são ricos em sódio – controle o consumo!

• Adquira o hábito de ler os rótulos dos alimentos e opte por aqueles que têm o menor teor de sódio ou sal. Para saber a quantidade sal de um alimento, divida a quantidade de sódio por 400. A OMS (Organização Mundial de Saúde) define que 0,5g de sódio ou 1,25g de sal por 100g de alimento já é um valor que merece ser observado.

O órgão vem desde 2003 alertando para os riscos do consumo elevado de sódio. A redução da ingestão desse nutriente é hoje um dos principais temas da Estratégia Global para Alimentação, Saúde e Atividade Física, atividade que engloba diversos países, entre eles, o Brasil.


Dicas da nutricionista 
Cynthia Antonaccio no portal da revista Marie Claire

 

 



Fonte: Editora Globo - revista Marie Claire
[+] dicas
 
voltar página
 
   
Conheça os produtos que compõem o portifólio de medicamentos do Elofar para diferentes classes terapêuticas.
ver medicamentos
 
Faça uma leitura online de Elofar Vida e viaje por diferentes assuntos, que vão desde conteúdos técnico-científicos a matérias de interesse geral.
edição do mês edições anteriores
       
 
Laboratório Farmacêutico Elofar Ltda.
Rua Aracy Vaz Callado, 612 - Estreito - Florianópolis-SC Cep: 88070-750
Fone: (48) 3027-1344   Fax: (48) 3027-1099   Sac: 0800-600-1344